12 de setembro de 2011

Ideologias...

   Quando chego a um novo local, seja a nivel pessoal ou profissional, não faço avaliações sobre as pessoas que estão presentes. Gosto sempre dar margem e ir conhecendo, por isso a minha opinião é criada por mim e pela minha percepção como pessoa - ok a minha área de formação ajuda - não gosto daquelas pessoas que vão logo fazer comentários (desagradáveis) e meter o nariz onde não são chamadas.

   Eu sou de fácil trato, considero-me uma pessoa disponível, no entanto não gosto quando as pessoas abusam. Por exemplo, não lido muito bem com pessoas com excesso de confiança, isso apenas os vai deixar mais vulneráveis a apreciações - boas e más - e demonstra uma grande fragilidade. Quanto mais uma pessoa fala das suas qualidades mais os seus defeitos ficam em destaque.

   Depois, exigem aquelas pessoas com carência de confiança e que não falam de si, por timidez não se evidenciam. Sofrem porque se deixam ofuscar pelos outros, no entanto tem valores e valor. São óptimos profissionais, são pessoas empenhadas e dedicadas e conseguem um bom resultado fruto de tanto trabalho.

   No meu grupo existem estes dois tipos de pessoas: Os que se gabam e os que se empenham! Noto que os resultados provêem dos que se empenham. Os que se gabam vão dando a volta ao assunto...
   Aqui a questão é que quanto mais falamos menos fazemos. O empenho, dedicação, trabalho, compromisso, entre outros são os condimentos ideais para os bons resultados.

O que acham vocês sobre este assunto?
Acham que quem muito falta pouco acerta? Quem pouco fala muito faz?


3 comentários:

MabelBaby disse...

Acho o mesmo, não consigo aturar pessoas com excesso de confiança muito tempo! Cansam e invariavelmente da conversa à realidade vai um bocado grande! Mas depois o extremo oposto também não é bom, eu sou um bocado assim e já perdi a conta ás vezes que queria dizer qualquer coisa e guardo para mim...
Bjs

Magda disse...

Não concordo totalmente, já trabalhei com pessoas q falavam muito mas q realmente apresentavam resultados, e vice-versa tb. axo q tb deve d variar consoante a area...digo eu!

Magda disse...

Não concordo totalmente, já trabalhei com pessoas q falavam muito mas q realmente apresentavam resultados, e vice-versa tb. axo q tb deve d variar consoante a area...digo eu!