31 de agosto de 2011

Duphaston Vrs Calças e Camisas e roupas de todos os tipos...

Querido Duphaston...

   Agradecia que continuasses a fazer o maravilhoso trabalho que tens feito nos últimos cinco ciclos...
   Eu sei que não tens a culpa dos Provera que mandei para dentro, à bruta e que não fizeram efeito. Vá fez um efeito pequenino, mas demorou demasiado!
   Voltando a ti, querido Duphaston, agradeço o cuidado que tens tido comigo. Agradeço que faças a minha esperança crescer. Mas sabes quantas calças me servem? Duas, apenas duas! Sabes as minhas camisas, lindas que só elas? Esquece, já não o são! As minhas maminhas, como posso dizer(?), cresceram... A minha barriga já não é o que era em outro tempos, dias de glória os meus... Com os meus 55Kg.
   Já nem sei o que isso é! Já passei da média!!
   Esta carta, para ti, é apenas para que saibas que estou em baixo, muito em baixo. Que só me apetece desistir. Que não me sinto bem comigo própria e que isso se reflecte em tudo na minha vida. A tristeza de não haver o tal atraso. A alegria de uma nova oportunidade. Mexes demasiado comigo e com as minhas emoções. Para não falar do Humor...
    Mudaste a minha vida, é certo! Estas a ajudar-me, eu sei.
   Mas este relacionamento não pode ter grande futuro, apenas quero que estejas preparado para isso. Para a decepção ser menor...
   Até lá, gosto que vás fazendo parte dos meus dias, a partir do dia 14 ao 28.
   Por aqui te espero, na próxima visita.

   Com carinho, de quem bem te quer.

1 comentário:

MabelBaby disse...

Se a espera em si já custa, imagino que medicação com esses efeitos secundários só piora tudo... Mas pensa que é temporário e por uma boa causa! O nosso dia vai chegar! Para ti também muita força e coragem!
Bjs